Game of Thrones: Como foi o segundo episódio? | Review

Mais um episódio parado?!

Se ainda não assistiu ao episódio, recomendo que só leia depois, pois teremos alguns spoilers aqui!

 

Última chance… Não digam que não avisei que podem ler spoilers aqui…..

 

 

Muitos comentam que o segundo episódio desta oitava e última temporada de Game of Thrones foi parado, monótono… assim como foi o primeiro. E acho que foi mesmo, mas espero que todos entendam que eu achei os dois episódios bons, porém o que me preocupa é a quantidade de episódios que faltam para a finalização da história. Restam apenas quatro para o encerramento da série. Será que não vão acabar tendo que correr demais e acabar usando os “teletransportes” que usaram no final da temporada anterior?

Para mim, o episódio do último domingo (21/04/2019), assim como o primeiro, serviu para fortalecermos, ou criarmos laços com aqueles personagens que passamos tanto tempo sem ver. Relembrarmos, juntos com eles, de momentos que vivenciaram na série… para que quando morram (se morrerem) a gente sinta mais a perda deles (sim… quem assiste GoT sabe que não podemos nos apegar muito aos personagens, mas ainda assim nos apegamos).

Vamos falar do episódio:

A cena inicial com Jaime Lannister se colocando diante de seus “ex-inimigos”, em outros tempos teria durado muito mais, mas devido ao perigo iminente dos Caminhantes brancos (White Walkers), é bem aceitável que tenham sido rápidos em seu “julgamento”. Todavia, mais uma vez, parece que só Jon Snow (me recuso a chamar de Aegon Targaryen) e Bran Stark têm a noção de que toda e QUALQUER ajuda será útil nessa batalha. Sansa e Daenerys relutam em aceitar a ajuda do regicida.

Em seguida vemos o encontro de Bran com Jaime, que se desculpa por tê-lo empurrado e consequentemente o aleijado.

Na cena do encontro da Rainha Daenerys com Sansa temos, digamos, uma disputa administrativa… Notamos que as duas se respeitam, mas não têm a confiança uma da outra. Sansa teme que Jon esteja sendo manipulado por estar amando Dany e também não quer quebrar a promessa que os nortenhos fizeram de não se curvarem a um rei que não seja do norte. Mas antes de vermos algum desfecho disso, as duas são interrompidas com a notícia da chegada de Theon Greyjoy, com alguns homens das Ilhas de Ferro, que voltou para lutar por Winterfell.

Arya Stark

Nossa menininha Arya cresceu e mudou, mas aos nossos olhos continua sendo aquela garotinha arisca lá da primeira temporada e, talvez por isso, a cena de sexo dela com Gendry acabou surpreendendo muita gente (eu fiquei surpreso). Mas ao contrário de algumas pessoas que acharam que a cena foi meio aleatória, que poderia ser qualquer pessoa em vez de Gendry, eu entendo como se a Arya ainda relutasse entre ter algum sentimento ou apenas ser como os homens sem rosto, que parecem não ter nenhuma espécie de sentimentos. Ela simplesmente não queria morrer sem antes ter passado por essa experiência. Que ela gosta do bastardo do Rei Robert é bem visível, mas ela nunca foi romântica. Pra ela valeu muito mais a pena ter essa experiência do que ficar conversando com o Sandor Clegane (o Cão) e Beric Dondarrion nas muralhas.

Verme Cinzento e Missandei

A promessa do Verme Cinzento à Missandei de irem morar numa casinha de praia em Nath pra mim foi um forte indício de que vai dar errado… um dos dois ou até os dois deverão morrer antes do fim e ele por estar na batalha seria o mais provável a se despedir de nós em breve.

O Cavaleiro dos Sete Reinos

E esse título que foi dado ao episódio e a uma mulher… uma mulher Cavaleiro… Estranho, né?! Mas finalmente Brienne de Tarth realizou um sonho que devia considerar impossível. Uma mulher jamais havia se tornado cavaleiro, Sor Brienne de Tarth. Esse momento foi emocionante e ao mesmo tempo que foi uma ascensão dela, foi mais um ato nobre do Jaime, ao consagrar a primeira mulher a este posto, mesmo indo de encontro às tradições de Westeros. Tudo bem que o Tormund deu um empurrãozinho para que isso acontecesse, mas dos presentes apenas Jaime ou Davos Seaworth poderiam fazer, pois apenas reis ou outros cavaleiros podem conceder esse título.

Os escanteados do episódio

Cersei, com ou sem seus elefantes, apenas foi citada, mas não teve, sequer, uma cena neste episódio. Bronn também não deu notícias, mas ao que tudo indica, pelo que já vimos no primeiro episódio (veja aqui nossa opinião), está a caminho de Winterfell.

A revelação

Jon e Daenerys se encontraram em frente ao túmulo de sua mãe (Lianna Stark) e ele, finalmente, fez a revelação que todos nós esperávamos. Infelizmente, mas uma interrupção fez com que o diálogo fosse interrompido e decisões sobre quem é o verdadeiro herdeiro do trono ou se o norte irá ou não se curvar a algum estrangeiro, foram postergadas, pois finalmente chegou a hora da batalha das batalhas…  a batalha contra os mortos, que chegaram a Winterfell após terem somado aos seus exércitos o Umbers da Última Lareira.

Espero que tenha Aço Valiriano e Vidro de Dragão suficiente para que alguém sobreviva para contar a história.

  • Veja o teaser do terceiro episódio  Saiba Mais.
  • Maisie Williams fala da relação com a sua irmã no oitavo ano – Saiba Mais.
  • Livros e série podem divergir? – Saiba Mais.
  • Quem sobreviverá ao pior inverno já visto em Westeros? – Saiba Mais.
  • Veja o Review do primeiro episódioSaiba Mais.

É, Sirizada…. definitivamente, o inverno chegou a Winterfell!

O que você achou desse Review??? Façam suas apostas! Quem sobrevive nessa batalha? Coloquem aí nos comentários!

 

Curta a nossa página no Facebook!!!

Siga-nos no Instagram e no Twitter !!!

E continue acessando o nosso Site.

2 Replies to “Game of Thrones: Como foi o segundo episódio? | Review”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top