Meu Eterno Talvez | Crítica

Meu Eterno Talvez ou “Always Be My Maybe” é um filme de comédia romântica com o selo original Netflix, estrelado por Ali Wong e Randall Park e dirigido por Nahnatchka Khan. Se você ficou em dúvida e pensou assim como eu, se deveria ou não assistir ao filme, imaginando que seria mais um filme clichê desse gênero, eu te respondo: É mais ou menos isso sim rsrsrs, mas vale a pena assistir e eu vou te dizer o porquê.

O filme conta a história de dois amigos de infância a Sasha Tran (Ali Wong) e o Marcus (Randall Park) que se afastam por um longo tempo, precisamente por 16 anos e quando se reencontram a vida dos dois tem sofrido muitas transformações. Sasha agora uma Chef de cozinha renomada e Marcus continua com sua banda, se tornando bastante conhecido em seu bairro e trabalhando com o seu pai. O sentimento que já existia há muito tempo é despertado e eles se veem dispostos a recomeçar. Mas a discrepância da vida dos dois, acaba afetando a relação deles, e para enfrentar esses conflitos eles terão que ultrapassar algumas barreiras que foram construídas ao longo dos anos.

Meu Eterno Talvez/Netflix – Reprodução

O que de cara nos chama atenção é que o casal escolhido é de origem oriental, Wong é filha de chineses e Park tem pais coreanos. O elenco é em sua maioria composto por asiáticos. O que é super legal termos a inclusão do novo, de produções orientais de qualidade.

O que também não se pode negar é a química que existe entre os personagens e principalmente entre o casal Sasha e Marcus, os dois dão um show de entrosamento e simpatia. As cenas em que os dois estão juntos é gostosa de assistir, além da comédia que está em todo o tempo marcando o filme. Teve sim algumas derrapadas nas piadas, mas nada muito grande que comprometesse o filme.

Outro ponto que podemos destacar é a não idealização do casal perfeito, o filme mostra diferentemente da maioria dos filmes de comédias românticas as fragilidades e defeitos que os protagonistas tem. A desmitificação do homem e da mulher ideal fica em evidência a todo momento. E a mulher não é tratada como a mocinha indefesa que anda em busca do cara perfeito. Em “Meu Eterno Talvez” a mulher que é a segura e decidida da história, e o homem é o inseguro que ainda vive com o pai. E os dois buscam um equilíbrio para que a relação dê certo.

Meu Eterno Talvez/Netflix – Reprodução

A incrível e engraçada surpresa que temos é a participação de Keanu Reeves, que chega deixando todos de boca aberta. O intérprete de John Wick numa participação embora curta, nos faz dar várias risadas interpretando a ele mesmo de maneira bem despojada.

Meu Eterno Talvez/Netflix – Reprodução

Por esses motivos eu acho que vale muito a pena assistir “Meu eterno Talvez“, ainda com o mesmo formato clichê que vemos sempre nos filmes de CR, ele se sobressai por causa desses pontos específicos.

Classificação: 

O que você achou dessa crítica??? Confere lá e nos diz o que você achou…

 

Curta a nossa página no Facebook!!!

Siga-nos no Instagram e no Twitter !!!

E continue acessando o nosso Site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top