O Mundo Sombrio de Sabrina, 2ª Parte | Crítica

Olá siris!

Esse mês a Netflix liberou para os assinantes mais uma temporada do Mundo Sombrio de Sabrina, e nós fomos ver todos os episódios para trazer pra vocês nossas impressões.

A história de nossa aprendiz de feiticeira nessa temporada começa pouco tempo após o final da primeira, com ela aprendendo sobre seu lado sombrio e as consequências para os moradores de Greendale, terra natal do Coven e dos Spelmans.

A trama deixa muito claro a batalha das bruxas para se livrarem de amarras retrógradas que fazem da figura masculina a principal e única capaz de assumir os cargos mais altos do Coven. Sabrina por sua vez continua a desafiar o seu alto sacerdote, questionando algumas tradições, mas também provando a sua maneira o costumes da sociedade de bruxos da qual pertence. Seu relacionamento com os chamados mortais se transforma um segundo plano, uma fuga dos momentos de tensão com o Coven.

Seu relacionamento amoroso com o jovem mortal deixa de existir por conta dos feitiços realizados por ela que causaram grande parte dos problemas da temporada passada. Em contrapartida sua vida como filha das trevas revela um relacionamento com um jovem bruxo que a transforma e a aproxima mais de seus semelhantes.

  • Veja a Crítica da primeira temporadaSaiba Mais.

E por baixo de todo esse mundo, as intenções do “Senhor das Trevas” com a Sabrina Spelman começam a ser reveladas e suas ações desde a primeira temporada mostram o porque de terem acontecido. Lilith que agia por ordem de Lúcifer permitiu e encaminhou a jovem para cumprir a profecia. O que libertou o “Senhor das Trevas” de seu cativeiro para reinar sobre o reino dos mortos.

Também nesse meio tempo vemos o padre Blackwood, líder do Coven de Sabrina rejeitando as idéias da jovem bruxa a tal ponto de tramar contra todos os seus familiares para impedir que seu reinado termine. O padre chega ao ponto de desafiar o próprio “Senhor das Trevas” que vê em Sabrina a sucessora de seu reinado infernal. No final, Blackwood desaparece como fumaça, mas não significa que ele sairá ileso dessa perversão.

No fim, as histórias contadas durante os nove episódios tornam a história rica e cheia de detalhes que se ligam a temporada passada, a tornando uma história muito envolvente em alguns momentos. Claro que nem tudo são flores, pois existem momentos que as decisões dos personagens se tornam tão óbvias que faz você perder o interesse no que está acontecendo na cena.

Classificação:

Agora nos resta esperar a terceira temporada, que promete mais confusões e uma aventura fora da terra que conhecemos.

E aí? Curtiu a segunda temporada de Sabrina? Deixe seus comentários…

 

Curta a nossa página no Facebook!!!

Siga-nos no Instagram e no Twitter !!!

E continue acessando o nosso Site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *