Tal pai, tal filha | Crítica

O longa é uma comédia dramática original do serviço de Streaming Netflix. E apesar do seu enredo simples, consegue mesclar o drama e a comédia de maneira leve, embora superficial.

A temática da trama se passa a maior parte do tempo em um cruzeiro, e como ondas, idas e vindas de conflitos familiares mal resolvidos. A relação entre pai e filha, nesse especifico caso, Rachel (Kristen Bell) e Harry (Kelsey Grammer) é tortuosa, recheada de dificuldades em construção fraternal e vicio exacerbado no trabalho.

Tal pai, Tal filha/Netflix – Divulgação

O longa conta a história de uma mulher viciada no trabalho, o que gera consequências negativas em sua via pessoal, como exemplo, é largada no altar pelo seu noivo. No mesmo dia, ela encontra seu pai – Harry – que a abandonou quando tinha apenas 5 anos de idade e acaba fazendo a viagem de lua de mel, com uma companhia “estranha”, distante.

Durante a viagem, eles acabam criando uma relação, antes não existente, e precisam aprender a conviver um com o outro. E não tem como encontrar um momento melhor para a resolução de problemas antigos, expondo sentimentos frustrados num local “isolado”, apenas você e a imensidão de águas. Pois, não se tem para onde ir… O Cruzeiro, literalmente, funciona como uma terapia familiar para os dois, várias paisagens caribenhas exuberantes, instalações sofisticadas, entre outras atrações, além de vários amigos divertidos na viagem.

Tal pai, Tal filha/Netflix – Divulgação

Contudo, a comédia peca por se conservar numa trama rasa, sem profundidade no roteiro, nas falas dos personagens. Fica claro o grande leque de oportunidades, caminhos que poderiam ser seguidos quando se fala de interações familiares, relações humanas.

Destaca-se a boa atuação de Kristen Bell, que mediante a trama, foi firme e humana ao mesmo tempo. Já o experiente Kelsey Grammer deixou a desejar em alguns momentos. E essa simplicidade interpretativa nos entregou uma interação entre ambos, meramente razoável, apesar da garra da primeira.

Tal pai, Tal filha/Netflix – Divulgação

A história serve para revermos os nossos conceitos pré-estabelecidos, mudando algumas práticas diárias. E apesar de não ser um filme espetacular, assistir em família é uma boa pedida.

 

Curta a nossa página no Facebook!!!

Siga-nos no Instagram!!!

E continue acessando o nosso Site

Por Katiuska Genuíno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top