O roteirista Chris Terrio tentou tirar o seu nome dos créditos de Liga da Justiça (2017). Entenda!

A versão de Joss Whedon para Liga da Justiça (2017) quase teve o nome do principal roteirista, Chris Terrio cortado dos créditos à pedido do mesmo.

Pode “soar” estranho, mas não! O escritor declarou a Vanity Fair [via CB] que em nenhuma momento compactuou com a visão daquele diretor sobre a história levada aos cinemas naquele fatídico ano. Terrio demonstrou ainda um certo desapreço, por não compreender a substituição do colega de trabalho Zack Snyder à Whedon.

As mudanças no projeto levaram a Chris Terrio desejar que seu nome não estivesse no filme, como em Star Wars: A Ascensão Skywalker, da Lucasfilm.

Liguei imediatamente para meu advogado e disse: ‘Quero tirar meu nome do filme‘, disse Terrio.” (O advogado) então ligou para a Warner Bros. e disse a eles que eu queria fazer isso.

Quando questionado por que não o fez, Terrio acrescentou: “As impressões já haviam sido feitas, o que impossibilitou tal ação“. Além disso, o escritor deixou claro que “seria um escândalo internacional, uma notícia como essa. Logo, recuou“. Ele ainda discorreu: “Nunca disse nada sobre a Liga da Justiça desde então, mas o filme não representa o meu trabalho… Tanto que não fui convidado para a estreia e nunca mais voltei a ver o filme.

Veja também:

Com aproximadamente 4h de duração, o filme Liga da Justiça de Zack Snyder está disponível nas múltiplas plataformas digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *