Material de Divulgação - AMC

A História da Ficção Científica (2018) | Crítica

Os melhores diretores de cinema são aqueles que conquistam a habilidade de serem grandes contadores de histórias. O diretor canadense James Cameron conquistou esse status ao longo de décadas, realizando grandes sucessos em Hollywood como Exterminador do Futuro, Aliens – O Resgate, O Segredo do Abismo, Avatar, entre outros. Ele traz sua habilidade de contador de histórias agora como um apresentador da série documental,  A História da Ficção Científica (Story of Science Fiction, 2018), produzida pelo próprio Cameron para o canal pago norte americano, AMC.

Essa pérola encontra-se no acervo da Amazon Prime Vídeo, no Brasil, como uma produção imperdível para os apreciadores e também para quem quer conhecer e entender o gênero, ao longo de seis episódios temáticos de grande relevância, como Vida Alienígena, Exploração Espacial, Monstros, Futuros Sombrios, Máquinas Inteligentes e Viagens no Tempo.

Cameron, como narrador, conduzir o espectador por uma jornada de revelações, destacando as grandes obras do gênero no cinema. O diretor canadense surpreende também como entrevistador  por escolher pessoas chave. Grandes profissionais responsáveis pelos maiores clássicos, os filmes mais populares, os maiores sucessos de público e critica para o gênero da ficção científica. São depoimentos variados de quase 100 entrevistados. Entre diretores, atores, atrizes, técnicos de produção, roteiristas, músicos que formam um painel amplo para nos ajudar a entender a temática.

Inserir Cameron para conduzir a série foi um passo ousado da produção, porque Cameron torna-se, ao mesmo tempo, foco narrativo e condutor da narrativa. O resultado é bastante satisfatório quando Cameron entrevista, porque ele sabe fazer as perguntas essenciais para cada participante especial. Pessoas cruciais para a evolução do gênero no cinema, assim como o próprio Cameron.  O diretor sabe do que está falando. Por outro lado, vemos um duelo de mentes brilhantes num quase conflito de egos, no limite da cordialidade. Um presente para os fãs curtirem aquela conversa inusitada entre Cameron e Steven Spielberg (ET – O Extraterrestre, Guerra dos Mundos), ou Ridley Scott (Alien – O Oitavo Passageiro, Blade Runner – O Caçador de Andróides), ou George Lucas (Star Wars), ou Christopher Nolan (A Origem, Interestelar), entre outros diálogos importantes. O próprio Cameron resgata aquela história em que ele teve um pesadelo sobre um exoesqueleto androide de metal que emerge do fogo como origem de sua ideia para realizar o filme O Exterminador do Futuro, como alguns fãs sabem que essa origem não foi tão glamourosa assim. Pode ter haver com o plágio da trama criada nos quadrinhos dos X-Men, de Christopher Claremont e John Byrne, Dias de um Futuro Esquecido.

Polémicas a parte, a subdivisão em episódios temáticos nos permite um entendimento organizado do caos e da amplitude da variedade de filmes do gênero, cujos limites, muitas vezes, confundem o próprio público, entre aqueles que não são conhecedores.  Se bem que, não é necessário saber que um filme é do gênero para curtir e apreciar uma grande obra.

Como resultado,  temos um excelente documentário. Um deleite para os conhecedores e fundamental para o público leigo que quiser conhecer e entender a Ficção Científica no cinema. Essa série é essencial. Um dos melhores documentários sobre o assunto,  sendo, portanto, uma produção imperdível, especialmente para os fãs. Um resgate sobre as grandes obras do gênero, as motivações e intenções por trás das obras, numa leitura crítica,  recheada de curiosidades  reveladas por entrevistados envolvidos diretamente nas produções. Confira logo, antes que saia do catálogo da Amazon Prime Vídeo.

Classificação:

Veja algumas críticas relacionadas ao streaming da Prime Video:

A série documental A História da Ficção Científica encontra-se no catálogo da Amazon Prime Video.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *