#Alive (2020) | Crítica

As produções sul-coreanas estão em alta na Netflix. Nos últimos meses, houve uma aumento considerável em filmes, séries ou k-dramas adicionados ao catálogo daquela streaming, o que é ótimo para o usuário, pois entramos em contato com outros maneiras de se fazer cinema e #Alive é um exemplo disso. Logo, se é novidade, se é uma produção novinha, faz-se necessário a nossa análise. Confira prévia:

Baseado em propostas anteriores, o novo terror da Netflix traz uma perspectiva diferente sobre um apocalipse zumbi numa cidade sul-coreana – estamos no mesmo universo de ‘Invasão Zumbi’?Não sei! Mas a pegada é a mesma para o filme – presa, focada num único protagonista na primeira hora da produção. Que ao acordar em seu apartamento, visualiza um mundo diferente, tomados por zumbis.

E #Alive foi extremamente feliz em pleitear essa perspectiva para os dias atuais. Enxergar a angustia, a solidão ante o esvaziamento da esperança em si, tornando o longa ainda mais pés no chão, próximo ao espectador, foi uma decisão acertada de Cho Il-Hyung, diretor do film. Em poucas imagens, ele nos trouxe duras críticas ao liberalismo exacerbado em que vivemos. 

Além disso, Il-Hyung trabalhou bem os elementos de terror no filme. Para se ter uma ideia, é quase impossível você não sentir a tensão que o filme carrega no ar. Oh Joon-woo (Yoo Ah-in), um gamer, se vê em maus lençóis após acordar e perceber que o mundo, literalmente, mudou! Sem pode sair do apartamento, sem muita comida ou água, o fim parece próximo, até conhecer uma outra jovem, que encontra-se na mesma realidade que ele, Kim Yoo-bin (Park Shin-hye). Apesar de distantes, ambos lutarão pela sobrevivência.

#Alive/Netflix – Reprodução

Com uma boa fotografia – de película negra -, maquiagem e demais componentes técnicos necessários para um filme desse segmento, #Alive também apresenta algumas ideias repetidas. Portanto, não dá pra cravar a total relevância da produção quando comparada a outras. O que é legal nesse filme é o roteiro, a história em si funciona, e mesmo sem obrigação alguma, é ligeiramente crítico.

Sensato, dentro da realidade pré-estabelecida, sério e de um bom dinamismo chegou a Netflix, #Alive. Um filme de terror-suspense que promete entreter, prender o público relativamente bem. Quem gosta do gênero irá se deliciar com trama, torcer para um final feliz, claro, se possível.

Classificação:

Veja críticas de algumas das produções ligadas a Netflix:

#Alive encontra-se no catálogo da Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *