Céu Vermelho-Sangue (2021) | Crítica

O maior problema de ‘Céu Vermelho-Sangue’ tem que ser dito e compreendido logo no início desse texto para que o elefante no meio da sala seja visto e de imediato ignorado. Não que isso seja o que define o filme porque são tantas qualidades que essa produção alemã possui que se sobressai fácil no meio de tanta irregularidade.

A narrativa é irregular. As escolhas da direção soam primárias quando o filme se perde em flashback’s dentro de flashback’s e parece que estamos diante de uma versão simplificada de Lost – por conta do avião, peço perdão desde já pelo trocadilho mental infame.

Por ser passar quase todo dentro de um avião, a questão ação e ambiente é controlada da forma correta e precisa, e em nenhum momento perde o fôlego. Parte mérito da direção que sabe muito bem o que está fazendo com uma coreografia de combate que ao mesmo tempo que é frenética também é bastante precisa no que está querendo que o telespectador sinta diante de toda aquela catarse desenfreada.

Outro bom mérito para o filme de Peter Thorwarth é a forma que a trama pessoal da mãe vampira com o filho criança surpreendentemente convence e nenhum momento parece artificial. Parte mérito da atuação convincente de um jovem prodígio Carl Anton Koch e todo o resto “mea culpa” de uma Peri Baumeister entregue ao personagem conseguindo fluir por uma mãe atenciosa a um monstro incontrolável enquanto transmuta fisicamente em algo grotesco.

Se o filme fosse bem orquestrado e finalizado, estaríamos diante de uma obra exemplar do gênero de vampiro que sabe incorporar as questões virais tão em voga – infelizmente – na atualidade. Mas SE é uma conjunção e precisamos nos atentar aos adjetivos reais: ‘Céu Vermelho-Sangue’ é irregular quanto estrutura e bem executado quanto entretenimento. Faça a soma ai, a minha vem logo em seguida com minha nota.

 

Classificação:

Veja outras críticas nossas, de produções da Netflix:

O longa alemão, ‘Céu Vermelho-Sangue’ encontra-se na Netflix.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *