DC Comics: Editor acredita em ‘ajustamento’, não em ‘fim’ da editora

A DC Comics está passando por maus bocados. Com crise instalada, demissões em massa e deficit acumulados, a editora sob domínio da AT&T passará por um ‘ajustamento’, e não fechará as portas, como alguns rumores dão conta.

Segundo o executivo e quadrinista, Jim Lee, a DC Comics precisa se ‘reinventar’ e expandir novos mercados, mesmo em meio a tempestade que atualmente enfrenta. Lee garantiu que a publicação dos quadrinhos ainda é “o pilar de tudo o que fazemos” e que o futuro da casa de heróis como Superman, Batman e Mulher-Maravilha tem “objetivos ambiciosos” [via THR]. Confira:

Continuarei envolvido de maneira íntima com as publicações como sempre fui. Nada mudou. E isso em relação ao conteúdo criativo, estratégia de quantos títulos devemos publicar e em quais formatos”. Segundo Lee, a grande mudança será a contratação de um coordenador geral com “uma rica experiência em marketing, parcerias globais e desenvolvimento de negócios”, esclareceu o executivo.

Lee também revelou que nenhuma das HQs anunciadas ou em produção serão afetadas pelas demissões:  “Todos foram avisados para continuar trabalhando nos projetos que aprovamos e iniciamos”.

Perguntado sobre onde vê a DC em dois anos, o executivo se mostrou otimista e disse que vê a empresa crescendo no mercado internacional, criando conteúdos físicos e digitais para atender a demanda mundial. Confira;

Queremos nos associar a criadores em vários territórios e descobrir histórias que se mostrem coerentes a esses mercados, com personagens que as pessoas possam abraçar como alguém próximo”.

Veja também:

Fiquem ligados, aqui no SiriNerd, para obter mais informações sobre a sua franquia preferida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *