Especial Sato Company 03: Jiraiya, o Incrível Ninja

Terminando nosso especial com chave de ouro, vamos relembrar o ninja mais querido do Brasil, Jiraiya que estará de  volta na telinha da Band, neste domingo as 10:30. Vamos lá?

JIRAIYA, O INCRÍVEL NINJA – O MAIOR NINJA DA CULTURA POP DO BRASIL! 

Exibida originalmente no Japão em 1988, JIRAIYA, O INCRÍVEL NINJA (Sekai Ninja Sen Jiraiya), foi um grande sucesso. A série estreou no Brasil no ano seguinte sustentando os altos índices de suas antecessoras.

Sekai Ninja Sen Jiraiya – Toei – Sato Company – Reprodução

JIRAIYA quebrou os padrões da franquia METAL HERO por trazer um protagonista jovem e comum, sem poderes e aprendiz da arte ninja, o ninjutsu. A consequência disso tudo foi o sucesso mantendo os resultados da Manchete nas alturas.

Sekai Ninja Sen Jiraiya – Toei – Sato Company – Reprodução

A mistura da arte ninja tradicional com a tecnologia “Metal Hero” da série, fez com que JIRAIYA se torna-se uma referência da antiga cultura dos ninjas para o público do Brasil, ajudando a construir tanto um padrão estético quanto um imaginário popular. Recentemente em 2018, JIRAIYA aparece junto de SHAIDER e GAVAN tentando prender o Space Ninja Demost da organizaão criminosa Genmakuu.

Jiraya – Gavan – Shaider – Toei – Sato Company – Reprodução

Assim, como JASPION e CHANGEMAN, JIRAIYA foi um fenômeno popular e fomentou o mercado de produtos de heróis japoneses, chegando a ter sua própria HQ e bonecos da série.

 

SINOPSE 

Jiraiya, é uma série de televisão japonesa do gênero tokusatsu, pertencente ao gênero Metal Hero. Produzida pela Toei Company, foi exibida originalmente entre 24 de janeiro de 1988 a 22 de janeiro de 1989 pela TV Asahi, totalizando 50 episódios. Conta a história de um jovem Touha Yamaji,  que foi adotado por Tetsuzan Yamaji, sucessor do clã ninja Togakure, e que possuí um dojo onde ensina e treina seus três filhos em ninjutsu, seus outros dois filhos são Kei e Manabu. Ele guarda a missão passada a cada geração de seu clã, de proteger o segredo do paradeiro de Pako.

 

ANO: 1988 

EPISÓDIOS: 50 

DURAÇÃO: 25 Min

SOBRE A SATO COMPANY

Pioneira na distribuição de conteúdo audiovisual japonês no Brasil em home video, TV e Cinema, com início em 1985, a SATO COMPANY foi responsável pelo lançamento de várias séries TOKUSATSU (do japonês “filmes de efeitos especiais”) líderes de audiência, como NATIONAL KIDULTRAMAN, CYBERCOP  e dos animes: AKIRA, GHOST IN THE SHELL, e outros, experiência que a tornou referência neste tipo de produção no mercado brasileiro. Hoje, distribui conteúdos em diferentes formatos e nacionalidades.
É responsável pela telenovela Chiquititas, licenciada ao SBT, com mais de 540 capítulos em três temporadas.

AKIRA – Sato Company – Reprodução

Nos cinemas, foi responsável pelo lançamento de grandes títulos, como Death Note, Akira, Ghost in the Shell, Mortadelo e Salaminho, Humano e My Hero Academia: 2 Heróis – O Filme. Atualmente, trabalha nos lançamentos de LUPIN III – O Primeiro e My Hero Academia – Ascensão dos Heróis.

LUPIN III – Sato Company – Reprodução

A ampla atuação como distribuidora, permitiu a conquista de novos mercados, como o licenciamento de produtos de grandes marcas e personagens como: Mofy, Topo Gigio, Jaspion, Changeman, Flashman, Jiban, Jiraiya, Bruce Lee, os infantis Om Nom, Bolofofos, Boogye e muitas outras marcas de sucesso.

Jiban – Toei – Sato Company – Reprodução

Em 2011, tornou-se a primeira agregadora de conteúdo para a NETFLIX na America Latina, com filmes, séries, documentários e animações de produção nacional e internacional – Dead Rising: Jogo Final, High School of the Dead, Bayonetta: Destino Sangrento, Devil May Cry, Hunter X Hunter – Phantom Rouge e The Last Mission, Turminha Paraíso, Death Note(2005), Death Note: The Last Name, Death Note: Iluminando um Novo Mundo, Attack on Titan I, Attack on Titan: Fim do Mundo, Patati e Patata, Lascados, Tokyo Ghoul, Mônica Toy, são alguns títulos já selecionados.

Tokyo Ghoul – Sato Company – Reprodução

Alem do anuncio em 2018, da produção do filme de JASPION, agora a reestreia das nossas séries nostálgicas na tv aberta, a partir desse domingo (22/03), às 10:30, na BAND. Muita coisa não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *