Exterminador: Cavaleiros e Dragões (2020) | Crítica

Chegou a mais nova animação da WAG, Exterminador: Cavaleiros e Dragões. O longa animado da DC surpreende desde o início mostrando uma origem bem mais aprofundada do vilão dos quadrinhos, se comparado a jogos, séries e filmes. Confira prévia dublada:

O vilão fez aparições na série Arrow e, consequentemente, na série Titãs. Em ambos os casos, dando um imenso trabalho para os nossos heróis e mostrando-se um vilão sanguinário e impiedoso.

Slade Wilson é um mercenário que tem habilidade sem igual, consequência de um tratamento (experiência) ao qual ele se submeteu e deu poderes de um super soldado. Ele usa essas habilidades adquiridas para se tornar um mercenário, o que faz com que, não só ele, mas sua família também seja um alvo para seus inimigos.

Exterminador: Knights & Dragons – O filme/DC/WAG – Reprodução

A animação nos mostra também, os filhos do mercenário, Rose e Jericó e como eles conseguem os seus poderes. Além disso, mostra três vilões, Chacal, Lady Shiva e Tigre de Bronze, o que, consequentemente, rendeu boas lutas.Nessa animação, Rose Wilson aparece como a Abelha Rainha, porém, tem as habilidades de super soldado do pai. Já Jericó, além da habilidade mostrada na série dos Titãs, também tem telecinesia e consegue soltar raios, além de se comunicar por telepatia.

O longa é sangrento, cheio de ação, gore, explosões, pancadaria e poucos plots, garantindo a diversão dos fãs do mercenário de roupa bicolor, dando continuidade a ótima qualidade das animações da DC.

Classificação: 

Veja outras críticas nossas relacionadas ao universo de animações da DC.

Exterminador: Cavaleiros e Dragões encontra-se disponível digitalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *