Filmes: 13 Momentos de Arrepiar! | SiriLista

Para você que quer entrar no clima do Mês do Horror, mas nessa altura do campeonato ainda não sabe o que assistir, se liga nas dicas de filmes de terror e suspense que o SiriNerd preparou pra você. Depois é só apagar a luz, apertar o play e não ter vergonha de pegar na mão de quem tiver do seu lado quando o ‘bicho pegar’.

Todo mês de outubro há uma galera que se empolga, toma coragem, e saí como um Van Helsing à caça, só que ao invés de vampiros e monstros, saí em busca de bons livros, HQs e filmes de terror ou suspense, na tentativa de entrar no clima que paira no ar nesta época do ano. Tudo isso muito por conta do Halloween (ou Dia das Bruxas), feriado do dia 31 que se origina do calendário celta, mas foi adotado e muito difundido pelos Estados Unidos ao longo do tempo – se tornando uma de suas principais festas populares – e hoje uma data bastante comemorada também aqui no Brasil, apesar de não ser feriado (infelizmente!).

Pois bem, não temos doces para distribuir, mas em troca queremos estar com vocês nesse mês, postando aqui uma lista por dia, contendo 5 filmes de terror ou suspense divididos em categorias. As listas começarão a ser postadas a partir de hoje (19) e vão até dia 31 deste mês, o Dia das Bruxas. As categorias e os filmes serão escolhidos por este que vos escreve, mas não serão colocados, necessariamente, em ordem de preferência. Ah! E no dia 31 prometemos, no lugar de uma lista com cinco, divulgar uma lista com 6 filmes, e logo em seguida mais 6 filmes  “quentinhos”, que estão no cinema ou que saíram ainda este ano aqui no Brasil. Afinal é Halloween mas a gente não quer ver ninguém de cara feia… ha ha (pode falar, essa foi horrível).

Então ficaremos assim: 13 listas, 66 filmes + 6 de bônus. Se tiver algum filme que nunca ouviram falar e gostaram, ou quiser dar alguma sugestão, é só deixar aqui nos comentários e ao final se curtiu as listas deixa pelo menos uma nota 7, pra dar sorte. Grande abraço e até a próxima lista.

1 “Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”

Existe um subgênero dos filmes de terror chamado de Slasher ou Slasher Movie, que se refere aos filmes que envolvem, quase que em sua totalidade, assassinos psicopatas que sai matando “a torto e a direito”, nem sempre com uma motivação bem definida. Normalmente, são feitos com baixo orçamento, o que os fazem entrar para a categoria dos filmes de “terror b”.

Esse estilo de filme possui uma legião de fãs cativos, muitos deles considerados, hoje em dia, como pérolas cults do cinema. E aqui vai a nossa homenagem para esses “primogênitos” que deram origem a franquias de respeito com protagonistas, por que não dizer, “cativantes”, mas capazes de tirar o seu sono.

  1. O Massacre da Serra Elétrica (1974)
O Massacre da Serra Elétrica (1974) – Reprodução

O filme que abre essa lista é dirigido por Tobe Hooper, baseou-se levemente em fatos e conta a história de um grupo de jovens que, durante uma viagem de carro, acabam caindo no caminho de uma família de pessoas insanas, cujo filho utiliza uma serra elétrica para matar as pessoas, tratando-as como carne animal.

Pioneiro do slasher, ele se tornou um dos mais importantes e controversos filmes de terror da história do cinema, influenciando praticamente todo grande filme do gênero feito após ele. O Massacre da Serra Elétrica entregará tudo o que você busca quando procura um filme desse gênero. Nele você conhecerá um assassino em série vestindo uma máscara icônica e portando um objeto cortante de bastante eficiência. E ainda, como plus, somos apresentados a sua família, que no mínimo, é de dar frio na espinha.

Curiosidades

Quando o filme foi lançado, acabou não tendo boa recepção por parte do público, muita gente o achou tão chocante que simplesmente foi embora no meio da sessão na pré-estreia. Ele acabou chamando a atenção e ganhou o respeito dos fãs do gênero por abordar a história de maneira realista, quase documental, o que confundiu e assustou autoridades e censores mundo afora, que proibiram a obra por muitos anos de ser exibida em dezenas de países, o que só ajudou a despertar a curiosidade do público.

Em 2014 a editora Darkside Books lançou o livro O Massacre da Serra Elétrica [Arquivos Sangrentos], que inaugura a Coleção Dissecando – Filmes Clássicos de Terror, contendo materiais bastante interessantes sobre o caso em que o filme se baseou e curiosidades sobre os bastidores da produção do filme.

A Franquia

A franquia rendeu filmes como: O Massacre da Serra Elétrica – Parte 2 (1986), O Massacre da Serra Elétrica 3 (1990), O Massacre da Serra Elétrica: O Retorno (1995), a refilmagem O Massacre da Serra Elétrica (2003), O Massacre da Serra Elétrica: O Início (2006) e O Massacre da Serra Elétrica 3D: A Lenda Continua (2013).

Por fim, ainda temos o filme O Massacre no Texas. Lançado diretamente em vídeo no Brasil é o oitavo filme da franquia e o primeiro a não levar no título o nome da própria. A grande jogada deste filme é nos fazer adivinhar qual dentre alguns possíveis candidatos irá se tornar Leatherface.

 

  1. Halloween – A Noite do Terror (1978)
Halloween – A Noite do Terror (1978) – Reprodução

Michael Myers (Tony Moran) é um psicopata que vive em uma instituição há 15 anos, desde quando matou sua própria irmã. Porém, ele consegue fugir de seu cativeiro e retorna à sua cidade natal para continuar seus crimes na localidade que, aterrorizada, ainda se lembra dele.

Curiosidades

O filme marca a estreia da renomada atriz Jamie Lee Curtis, filha de Janet Leigh, que atuou na icônica cena do chuveiro em Psicose.

Como não havia um grande orçamento para rodar Halloween – A Noite do Terror, a máscara escolhida para ser a utilizada pelo psicopata Michael Myers foi a mais barata encontrada numa loja próxima ao local de filmagens, que era exatamente uma máscara com o rosto do William Shatner, o Capitão Kirk,  no filme StarTrek. Entretanto, a máscara sofreu algumas mudanças, tendo sido pintada de branco, com os cabelos retirados e o contorno dos olhos sofrendo modificações.

Os atores usaram suas próprias roupas durante as filmagens, já que o orçamento do filme não permitia que fosse contratado um figurinista e fossem compradas roupas específicas para os personagens.

A Franquia

Halloween – A Noite do Terror é o primeiro de uma série de 10 filmes baseados no personagem Michael Myers. Os demais foram: Halloween 2 (1981), Halloween 3 – A Noite das Bruxas (1983), Halloween 4 – O Dia das Bruxas (1988), Halloween 5 – A Vingança de Michael Myers (1989), Halloween 6 – A Última Vingança (1995), Halloween H20 – 20 Anos Depois (1998), Halloween – Ressurreição (2002), Halloween – O Início (2007) e Halloween II (2009). Esta história também foi refilmada com o título Halloween – O Início (2007).

No próximo dia 25, estreará no Brasil Halloween (2018). O filme trará novamente Jamie Lee Curtis no papel Laurie Strode, que chega ao seu confronto final com Michael Myers, depois de ter escapado por pouco da matança na noite do Dia das Bruxas, quatro décadas atrás.

 

  1. Sexta-Feira 13 (1980)
Sexta-Feira 13 (1980) – Reprodução

Em 1958, um casal de adolescentes foge de um acampamento para passar uma noite romântica juntos, mas os dois são perseguidos por um assassino e mortos a facadas. Em 1979, os dirigentes do acampamento Crystal Lake decidem reabrir o local, apesar do trauma que ainda marca a cidade. Quando novos monitores são contratados, eles começam a desaparecer mais uma vez, assassinados brutalmente, um por um.

Novamente os filmes Slashers repetem sua fórmula e fazem surgir Jason Voorhees, um dos personagens mais conhecidos do público em geral e aclamado pelos fãs do gênero. Jason segue a risca todos os preceitos de um assassino em série desse subgênero. Se você está lendo essa matéria e nunca ouviu falar nele é porque não é morador desse planeta.

Curiosidades

Apesar de hoje ser um ícone da cultura pop, e o seu protagonista ser presença certa nas festas de Halloween, à época do lançamento o filme não agradou tanto e  recebeu 2 indicações ao Framboesa de Ouro: Pior Filme e Pior Atriz Coadjuvante (Betsy Palmer).

Seguindo a sua linha editorial, da Coleção Dissecando – Filmes Clássicos, a editora Darkside Books lança o livro Sexta-Feira 13 [Arquivos de Crystal Lake], que traz fotos inéditas e centenas de depoimentos dos atores, membros da equipe e de fãs que também se destacaram no mundo do terror. A cada parágrafo, você vai se sentir andando pelos bastidores das filmagens.

A Franquia

Outros filmes foram criados baseados no personagem Jason Voorhees. São eles: Sexta-Feira 13 – Parte II (1981), Sexta-Feira 13 – Parte III (1982), Sexta-Feira 13 – O Capítulo Final (1984), Sexta-Feira 13 – Parte V: Um Novo Recomeço (1985), Sexta-Feira 13 – Parte VI: Jason Vive (1986), Sexta-Feira 13 – Parte VII: A Matança Continua (1988), Sexta-Feira 13 – Parte VIII: Jason Ataca em Nova York (1989), Jason Vai Para o Inferno – A Última Sexta-Feira (1993), Jason X (2002) e Sexta-Feira 13 (2009).

Além dos filmes da série “Sexta-Feira 13”, o personagem Jason Voorhees aparece também em Freddy x Jason (2003). Gerando, talvez, o maior crossover do gênero.

 

  1. A Hora do Pesadelo (1984)
A Hora do Pesadelo (1984) – Reprodução

Um grupo de adolescentes tem pesadelos horríveis, onde são atacados por um homem deformado com garras de aço. Ele apenas aparece durante o sono e, para escapar, é preciso acordar. Os crimes vão ocorrendo seguidamente, até que se descobre que o ser misterioso é na verdade Freddy Krueger (Robert Englund), um homem que molestou crianças na rua Elm e que foi queimado vivo pela vizinhança. Agora Krueger pode retornar para se vingar daqueles que o mataram, através do sono.

Freddy Krueger foi criado por Wes Craven, e a ideia inicial era levar para as telonas mais um serial killer silencioso, no formato Jason Voorhess e Michael Myers, mas Freddy acabou assumindo uma característica peculiar, se tornando um personagem diferenciado por suas pitadas de humor negro.

Curiosidades

A Hora do Pesadelo marca mais uma estreia importante no cinema. Nesse caso a de  Johnny Depp.

O filme em que Nancy assiste para se manter acordada é Uma Noite Alucinante – A Morte do Demônio (1982), dirigido por Sam Raimi. (Ops! Essa dica escapuliu.)

Na cena em que Nancy dorme na casa de Tina e Freddy Krueger se aproxima da cama através da parede é visível a máscara de hóquei utilizada pelo personagem Jason Voorhess, citado anteriormente.

Curiosidades como esta sobre os bastidores do filme e muito mais você pode conferir no livro A Hora do Pesadelo: Never Sleep Again. Adivinha de que editora?

A Franquia

O filme originou as sequências A Hora do Pesadelo 2 – A Vingança de Freddy (1985), A Hora do Pesadelo 3 – Os Guerreiros dos Sonhos (1987), A Hora do Pesadelo 4 – O Mestre dos Sonhos (1988), A Hora do Pesadelo 5 – O Maior Horror de Freddy (1989), A Hora do Pesadelo 6 – Pesadelo Final – A Morte de Freddy (1991) e O Novo Pesadelo – O Retorno de Freddy Krueger (1994). Além da refilmagem A Hora do Pesadelo (2010), o personagem Freddy Krueger aparece também em Freddy x Jason (2003), também citado acima.

 

  1. Brinquedo Assassino (1988)
Brinquedo Assassino (1988) – Reprodução

Um serial killer é morto em um tiroteio com a polícia, mas antes de morrer utiliza seus conhecimentos de vodu e transfere sua alma para um boneco. Um menino ganha exatamente este brinquedo como presente da sua mãe. O menino tenta alertar que o boneco está vivo, mas sua mãe e um detetive da polícia só acreditam nele após o brinquedo ter feito várias vítimas. Mas o boneco está realmente interessado é no garoto, pois só no corpo dele poderá continuar vivo, e isto coloca a criança em grande perigo.

É difícil acreditar que um boneco, a priori tão “fofinho”, seria capaz de causar tanto medo em gerações de espectadores pelo mundo a fora. Pois é, mas ao ser apresentado da forma que foi nessa franquia, Chucky põe medo pra valer. Pode ir com fé, você não vai se arrepender.

Curiosidades

O nome completo de Chucky, Charles Lee Ray, é derivado dos nomes dos assassinos notórios Charles Manson, Lee Harvey Oswald e James Earl Ray.

A Franquia

A partir desse primeiro filmes foram feitos: Brinquedo Assassino 2 (1990), Brinquedo Assassino 3 (1992), A Noiva de Chucky (1997), O Filho de Chucky (2004) e a A Maldição de Chucky (2013).

O que você achou dessa especial Sirilista Halloween??? Deixem os seus comentários logo abaixo…

 

Curta a nossa página no Facebook!!!

Siga-nos no Instagram e no Twitter !!!

E continue acessando o nosso Site…

Por  Eduardo Bringuel

 

 

Fontes:

– KEMP, Philip. Tudo sobre cinema. Rio de Janeiro: Editora Sextante, 2011.

– ADOROCINEMA. Filmes. Disponível em: <http://www.adorocinema.com/filmes/numero-cinemas/> Acesso em: 17 de outubro de 2018.

– DARKSIDE. Cinebook. Disponível em: <https://www.darksidebooks.com.br/category/cinebook/> Acesso em: 17 de outubro de 2018.