Filmes: Especial Hitchcock | SiriLista

Este é o nono dia, não perca as contas até o Halloween…

Hoje saudaremos mais um mestre, dessa vez da sétima arte. Estamos falando de Alfred Joseph Hitchcock (1899-1980), diretor e produtor britânico, considerado um dos cineastas mais influentes da história do cinema e conhecido como “o Mestre do Suspense”. Hitchcock dirigiu 53 longas-metragens ao longo de seis décadas de carreira e hoje faremos um esforço enorme para destacar apenas cinco filmes de seu repertório, excluindo, é claro, um de seus maiores sucessos, já reverenciado na nossa última lista.

Os filmes escolhidos para essa lista são aqueles que consideramos os mais relevantes da carreira do cineasta (indispensáveis na lista de quem curte o gênero ou o diretor), ou ainda, os mais estimulantes para aqueles que estão iniciando no universo do suspense hitchcockiano.

 

Mas antes, pra você que começou agora a nos acompanhar, segue o link dos primeiros dias:

1ª Dia: Momentos Arrepiar – Saiba Mais.

2ª Dia: “Pequenos Investimento & Grandes Negócios” – Saiba Mais.

3ª Dia: Câmera na mão – Saiba Mais.

4ª Dia: Fantasia, Sustos e Aventura – Animações de arrepiar os cabelos – Saiba Mais.

5ª Dia: Suspense Policial – Saiba Mais.

6ª Dia: Especial Stephen King – Saiba Mais.

7ª Dia: Santo de Casa faz Milagre? – Saiba Mais.

8ª Dia: Terror em preto e branco – Saiba Mais.

 

  1. Rebecca, A Mulher Inesquecível (1940)
Rebecca, A Mulher Inesquecível (1940) – Reprodução

Uma jovem de origem humilde (Joan Fontaine) se casa com um riquíssimo nobre inglês (Laurence Olivier), que ainda vive atormentado por lembranças de sua falecida esposa. Após o casamento e já morando na mansão do marido, ela vai gradativamente descobrindo surpreendentes segredos sobre o passado dele.

Rebecca, A Mulher Inesquecível se tornou um marco no ano de seu lançamento.  A trama considerada como um “suspense romântico”, pode até ser tida como simples nos dias de hoje, mas acabou agradando o público especializado, estando em praticamente todas as listas de melhores filmes do ano da época, chegando a receber 11 indicações ao Oscar e faturando 2 delas (melhor fotografia e melhor filme).

Estreia

Primeiro projeto de Hitchcock em solo norte-americano é baseado no romance homônimo de Daphne Du Maurier. Mesma autora do conto do qual Hitchcock afirma ter tirado inspiração para outro filme seu de sucesso.

 

  1. Festim Diabólico (1948)
Festim Diabólico (1948)

Brandon (John Dall) e Philip (Farley Granger) matam David Kentley (Dick Hogan), um colega da escola preparatória, apenas para terem a sensação de praticar um assassinato e provar que conseguem realizar o crime perfeito. Para desafiar os amigos e a família, resolvem convidá-los para uma reunião no apartamento deles, onde colocam a comida em cima de um baú e dentro do mesmo está o corpo da vítima.

Um thriller irresistível, filmado em um único cenário (a sala de um apartamento), foi inspirado em um caso real de assassinato: dois estudantes universitários matam um colega da faculdade para provar a si mesmos que podem cometer um “crime perfeito”. O Primeiro filme em cores de Alfred Hitchcock foi feito para você ter a impressão que ele foi filmado todo em uma única tomada, como em um longo ‘plano sequência’. Mais uma das ousadias do diretor nesta obra.

Um dos cinco filmes perdidos de Hitchcock

Este longa esteve inacessível ao público em geral durante décadas porque o diretor comprou de volta os direitos de cinco de seus filmes e os deixou de legado para sua filha. Os títulos ganharam o apelido de “os cinco filmes perdidos de Hitchcock” e só se tornaram acessíveis novamente para o público em 1984 quando foram relançados nos cinemas, com uma distância de quase 40 anos desde seu primeiro lançamento. Os outro quatro filmes são: Janela Indiscreta (1954), O Homem Que Sabia Demais (1956), Um Corpo Que Cai (1958) e O Terceiro Tiro (1955).

 

  1. Janela Indiscreta (1954)
Janela Indiscreta (1954) – Reprodução

Em Greenwich Village, Nova York, L.B. Jeffries (James Stewart), um fotógrafo profissional, está confinado em seu apartamento por ter quebrado a perna enquanto trabalhava. Como não tem muitas opções de lazer, vasculha a vida dos seus vizinhos com um binóculo, quando vê alguns acontecimentos que o fazem suspeitar que um assassinato foi cometido.

Em uma das maiores produções orçamentária em toda carreira, Alfred Hitchcock te convida a se tornar um voyeur junto com seu protagonista (James Stewart). Hitchcock convence a Paramount a criar o maior set de filmagem que a já tinha construído até então – o que significou, na época, arrancar o teto dos galpões dos estúdios, para construir o prédio onde mora o personagem – para te entregar um dos suspenses mais envolventes de sua trajetória.

Marca do diretor

Em uma de suas clássicas aparições em seus filmes, Hitchcock surge aos 26 minutos, ajustando o relógio do compositor, que mora no prédio em frente ao apartamento de Jeffries.

 

  1. Os Pássaros (1963)
Os Pássaros (1963) – Reprodução

Melanie Daniels (Tippi Hedren) é uma bela e rica socialite que sempre vai atrás do que quer. Um dia ela conhece o advogado Mitch Brenner (Rod Taylor) em um pet shop e fica interessada nele. Após o encontro ela decide procurá-lo em sua cidade. Ela dirige por uma hora até a pacata cidade de Bodega Bay, na Califórnia, onde Mitch costuma passar os finais de semana. Entretanto, Melaine só não sabia que iria vivenciar algo assustador: milhares de pássaros se instalaram na localidade e começam a atacar as pessoas.

Os Pássaros é um dos trabalhos mais assustadores da carreira de Alfred e na época de seu lançamento chocou pela ousadia da história. Sem muitas reviravoltas no roteiro, o filme consegue entregar uma trama simples, porém com tensão do começo ao fim. Mais uma magnífica direção de Hitchcock. (que neste caso dispensou o uso de trilha sonora durante toda a projeção,).

Cadê a trilha?

Os Pássaros não possui trilha sonora, apostando apenas em efeitos sonoros que conseguem transmitir todo o suspense da trama. Por causa disto, o compositor Bernard Herrman, colaborador de Alfred Hitchcock em grande parte de seus filmes, aparece nos créditos apenas como “consultor de som”.

 

  1. Um Corpo Que Cai (1958)
Um Corpo Que Cai (1958) – Reprodução

Em São Francisco, o detetive aposentado John ‘Scottie’ Ferguson (James Stewart) sofre de um terrível medo de alturas. Certo dia, encontra com um antigo conhecido, dos tempos de faculdade, que pede que ele siga sua esposa, Madeleine Elster (Kim Novak). John aceita a tarefa e fica encarregado da mulher, seguindo-a por toda a cidade. Ela demonstra uma estranha atração por lugares altos, levando o detetive a enfrentar seus piores medos. Ele começa a acreditar que a mulher é louca, com possíveis tendências suicidas, quando algo estranho acontece nesta missão.

Apesar de ser um fracasso de bilheteria em seu lançamento, Um Corpo Que Cai se tornou um dos maiores clássicos hitchcockiano, desbancando, em 2013, o reinado de “Cidadão Kane” ao ficar em primeiro lugar na lista dos melhores filmes de todos os tempos na pesquisa do British Film Institute. Devido aos fatos o filme passou a ser considerado também a principal obra de Hitchcock pela “TimeOut”.

“Efeito Vertigo”

Alfred Hitchcock inventou para Um Corpo Que Cai a sequência de zooms e afastamento da câmera, que dá ao público a sensação de vertigem sentida por John ‘Scottie’ Ferguson. Por apenas alguns segundos utilizando esta sequência foi pago cerca de US$ 19 mil.

O que você achou dessa especial Sirilista Halloween??? Deixem os seus comentários logo abaixo…

 

Curta a nossa página no Facebook!!!

Siga-nos no Instagram e no Twitter !!!

E continue acessando o nosso Site…

Por Eduardo Bringuel

 

Fontes:

 

– GILMOUR, David. O clube do filme. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2009.

– KEMP, Philip. Tudo sobre cinema. Rio de Janeiro: Editora Sextante, 2011.

– ROGAK, Lisa. Stephen King, a biografia – coração assombrado. Rio de Janeiro: DarkSide Books, 2017.

– ADOROCINEMA. Filmes. Disponível em: <http://www.adorocinema.com/filmes/numero-cinemas/> Acesso em: 17 de outubro de 2018.

– DARKSIDE. Cinebook. Disponível em: <https://www.darksidebooks.com.br/category/cinebook/> Acesso em: 17 de outubro de 2018.

– YOUTUBE. Getro. Disponível em: <https://www.youtube.com/channel/UCyDE9oEVAZwBtIsqMV26SIQ> Acesso em: 25 de outubro de 2018.

– YOUTUBE. Refúgio Cult. Disponível em: <https://www.youtube.com/channel/UCflCE9dixPqeC_EaSqQAqrw> Acesso em: 25 de outubro de 2018.

 

3 Replies to “Filmes: Especial Hitchcock | SiriLista”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *