Filmes: “Pequenos investimentos & Grandes negócios” | SiriLista

Estamos no 2ª dia…

Traçando um paralelo com a primeira lista que publicamos aqui [Saiba Mais], hoje traremos para vocês filmes de terror ou suspense que não custaram muito (nos padrões hollywoodianos) para ser produzidos, mas tiveram um retorno avassalador nas bilheterias. Provaram ser possível criar um blockbuster com recursos financeiros limitados, porém munidos de muita criatividade e talento.

Então, se liga aí, porque pra você não vai custar nadinha conhecer essa lista e depois ver (ou rever) esses “pequenos investimentos” que arrecadaram valores assustadores.

 

  1. Invocação do Mal (2013)
Invocação do Mal – Reprodução

Harrisville, Estados Unidos. Um casal (Ron Livinston e Lili Taylor) muda-se com suas cinco filhas para uma casa nova. Inexplicavelmente, estranhos acontecimentos começam a assustar as crianças, o pai e, principalmente, a mãe. Preocupada com algumas manchas que aparecem em seu corpo e com uma sequência de sustos que levou, ela decide procurar um famoso casal de investigadores paranormais (Patrick Wilson e Vera Farmiga). Ao aceitarem o convite eles descobrem que algo muito poderoso e maléfico residindo naquela casa. Agora, eles precisam descobrir o que é e o porquê daquilo tudo acontecendo com os membros daquela família. É quando o passado começa a revelar uma entidade demoníaca querendo continuar sua trajetória de maldades.

Do diretor James Wan, o filme se inspira na história real de um casal de investigadores de fenômenos paranormais chamado para ajudar uma família com problemas de assombração na casa nova. Fazendo referência a vários outros filmes do gênero e a medos clássicos da nossa infância, o filme dá um banho de roteiro, direção, atuação e designer de produção e foi orçado em de US$ 13 milhões, gerando um retorno total de US$ 318 milhões.

Outros Filmes

 O filme já gerou uma sequência (Invocação do Mal 2 (2016)) e mais três spin-off (Annabelle (2014), Annabelle 2 – A Criação do Mal (2017) e A freira (2018)). Vale a pena dar uma conferida.

 

  1. Fragmentado (2017)
Fragmentado – Reprodução

Kevin (James McAvoy) possui 23 personalidades distintas e consegue alterná-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento. Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento. Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.

Um terror psicológico de alta qualidade representa a grande volta por cima de M. Night Shyamalan, que acertou em cheio na escolha de McAvoy (depois do não acerto com Joaquim Phoenix) para o papel principal. O filme foi um sucesso de público e crítica, investindo US$ 9 milhões e arrecadando US$ 275 milhões.

Outros Filmes

O filme tem uma ligação direta com O Corpo Fechado (2000), e já é esperada uma sequência chamada Glass, para 2019.

 

  1. A Bruxa de Blair (1999)
A Bruxa de Blair – Reprodução

Três estudantes de cinema embrenham-se nas matas do estado de Maryland para fazer um documentário sobre a lenda da bruxa de Blair e desaparecem misteriosamente. Um ano depois, uma sacola cheia de rolos de filmes e fitas de vídeo é encontrada na mata. As imagens registradas pelo trio dão algumas pistas sobre seu macabro destino.

O filme, por vezes, é de deixar você tonto de tanto que a câmera balança em alguns momentos. Já em outros, a vontade é de ficar em baixo das cobertas, só com o olhinho de fora’, de tanto medo que dá certas cenas. E a culpa é toda dela: ‘a bruxa que mora em Blair’.

A Bruxa de Blair, a princípio vendido como uma história real (durante meses, as audiências ficaram se perguntando se o filme que acabavam de assistir era ficção, ou se alguma das filmagens era real), se transformou num marco entre os filmes do gênero de terror. Muito também por conta do ‘marketing viral’ – estratégia de baixo orçamento e pouco usada pelos cineastas até então. Daniel Myrick e Eduardo Sánchez que começaram as filmagens de seu primeiro longa com apenas US$ 25 mil, conseguiram arrecadar aproximadamente US$ 249 milhões em todo o mundo, utilizando-se de um formato de cinema (‘câmera na mão’) de uma forma que deixou saudade, tendo em vista os filmes que têm sido feitos ultimamente nos mesmos moldes.

Outros Filmes

 A Bruxa de Blair gerou uma continuação, lançada nos cinemas americanos um ano após sua estreia. O nome do segundo filme é A Bruxa de Blair 2 – O Livro das Sombras. Ficarei apenas com o primeiro na minha estante.

 

  1. Atividade Paranormal (2007)
A Atividade Paranormal – Reprodução

Desde criança Katie (Katie Featherston) ouve ruídos estranhos, sussurros e sente sensações inesperadas. Já adulta, ela mora com seu namorado Micah (Micah Sloat), que, meio cético quanto aos depoimentos, resolve usar uma câmera para gravar tudo o que acontece enquanto eles dormem e vivem dentro da casa. O que era para ser apenas uma forma de esclarecer o mistério torna-se uma experiência intrigante e assustadora.

Com uma trama bem simples e um método de filmagem já conhecido, Oren Peli (diretor do filme), parte de uma experiência pessoal – onde um dia dormindo ele escuta, repentinamente, uma caixa de detergente cair da prateleira de seu armário – e resolve gravar um longa em sua própria casa com algumas câmeras de mão baratas, fazendo surgir assim, o surpreendente Atividade Paranormal. Custando para Oren a quantia irrisória (padrões hollywoodianos) de 15 mil dólares, o filme atingiu nas bilheterias um sucesso sobrenatural (sem trocadilho… hehe) arrecadando um total de US$ 193 milhões. CREIAM!

Outros Filmes

A partir dele foram criados vários outros filmes, que não nem perto do valor arrecadado pelo o original, são elas: Atividade Paranormal 2 (2010), Atividade Paranormal: Tóquio (2010), Atividade Paranormal 3 (2011), Atividade Paranormal 4 (2012), Atividade Paranormal: Marcados Pelo Mal (2013).

 

  1. Jogos Mortais (2004)
Jogos Mortais – Reprodução

Dois homens acordam acorrentados em um banheiro como prisioneiros de um assassino em série que leva suas vítimas a situações limítrofes em um jogo macabro. Para sobreviver, eles terão de desvendar juntos as peças desse quebra-cabeça doentio.

Mais um caso de uma produção independente e outro de sucesso de James Wan (já estamos ficando fãs dele, hem??), que estreou com esse filme atingindo valores astronômicos nas bilheterias, principalmente se comparado ao valor investido na produção. O filme fala sobre Jigsaw, esse serial killer que lança suas vítimas em desafios que poderão custas as suas vidas. Com orçamento de US$ 1,2 milhão, faturou nos cinemas US$ 104,7 milhões.

Outros Filmes

Jogos Mortais gerou uma imensa franquia (Jogos Mortais 2 (2005), Jogos Mortais 3 (2006), Jogos Mortais IV (2007), Jogos Mortais V (2008), Jogos Mortais VI (2009) e Jogos Mortais – O Final (2010)), mas não deixou de ser o melhor e mais instigante de todos, se tornando uma pérola dos filmes de terror.

O que você achou dessa especial Sirilista Halloween??? Deixem os seus comentários logo abaixo…

 

Curta a nossa página no Facebook!!!

Siga-nos no Instagram e no Twitter !!!

E continue acessando o nosso Site…

Por  Eduardo Bringuel

 

 

Fontes:

– KEMP, Philip. Tudo sobre cinema. Rio de Janeiro: Editora Sextante, 2011.

– ADOROCINEMA. Filmes. Disponível em: <http://www.adorocinema.com/filmes/numero-cinemas/> Acesso em: 17 de outubro de 2018.

– DARKSIDE. Cinebook. Disponível em: <https://www.darksidebooks.com.br/category/cinebook/> Acesso em: 17 de outubro de 2018.

 

 

9 Replies to “Filmes: “Pequenos investimentos & Grandes negócios” | SiriLista”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *