Game of Thrones: Vamos Falar do Final da Série | Editorial

Definitivamente não teve o final que a maioria dos fãs esperavam…

 

Alguns SPOILERS podem ser dados aqui, portanto se ainda não assistiu à última temporada, recomendo que só leia depois de vê-la!

 

Última chance… Não digam que não avisei que pode ter spoilers aqui…..

 

O final de Game of Thrones pode não ter tido o pior desfecho possível, é verdade, mas não me agradou nem um pouco. E pelo que pude observar, não agradou à maioria dos fãs. E não foi só pelas escolhas dos roteiristas de quem ficou com que título (o título final de Bran foi uma decisão do próprio G.R.R. Martin, inclusive – Veja aqui), ou por terem matado esse ou aquele personagem…  mas sim porque o roteiro teve muitos furos, alguns personagens perderam suas identidades e ficaram irreconhecíveis… Daenerys, Tyrion, Cersei, Varys, Jon… Cadê os personagens que a série tinha construído ao longo dos anos e que nós conhecíamos?

Porque quando paramos para pensar, a essência de alguns desses personagens mudou muito. A que mais ouço falar é Daenerys, que enlouqueceu repentinamente e tal, mas nem vejo como a pior mudança, pois ela teve suas motivações e é até “normal” que uma pessoa surte de uma hora pra outra. Já Tyrion e Varys, por exemplo, eram uns dos mais inteligentes de Westeros, se não os mais inteligentes, Varys sobreviveu ao Rei Louco, a Robert Baratheon, a Jofrey, sempre traçando suas teias, quando achava que o rei não governava a favor do povo. De repente ele se deixa capturar para ser executado?! Cersei também se mostrou inteligente e egocêntrica a série inteira, será que não teria um plano B, para escapar com vida do ataque a Porto Real?!

Fica complicado pra gente engolir essas coisas…

Vimos, pois foi isso que a série nos mostrou, os Dothrakis serem dizimados na “longa noite” em Winterfell e muitos Imaculados também foram mortos (segundo a própria série, metade deles)… e nesse episódio final me aparecem com um exército que aparenta ser maior do que o que Daenerys tinha no momento que chegou a Westeros. Os Imaculados não reproduziriam nem que tivessem esposas, mas na série parecem que fazem mitose, são praticamente Mogwais/Gremlins que alimentaram após a meia noite, ou que alguém molhou (espero que entendam a referência).

Furos no roteiro que nos fazem duvidar que estamos vendo aquela mesma série que quando alguém fazia algo errado, algo impensado, dificilmente daria certo, podendo até resultar na morte dessa personagem. Pois nessa última temporada temos a cena em que Tyrion se coloca à frente de Cersey, a irmã que sempre o odiou e que mandou um assassino ir matá-lo em Winterfell, com dezenas, ou centenas, ou milhares (ficou difícil saber os números em GoT nesta temporada) e nada acontece. No Game of Thrones “raiz”, muito provavelmente, ele iria ficar parecendo um agulheiro, todo espetado de flechas. Ou nem iria, porque ele era inteligente.

Outra coisa sem sentido foi a sobrevivência de Jon após matar Daenerys, aqui podemos achar várias coisas “erradas”: Drogon deveria tê-lo queimado ali, mas não o fez… Deixemos essa passar. Verme Cinzento e os Imaculados deveriam tê-lo matado ali, quando soubessem do ato, mas também não o fizeram, preferiram prendê-lo para que os lordes de Westeros o julgassem (tenham dó) e Por qual crime prenderam Jon Snow?! Não havia um corpo… era só ele dizer que Dany tinha saído pra um rolê com seu dragão, que daria tempo de se juntar ao norte… no mínimo poderiam ter mostrado algo que esclarecesse essas decisões, mesmo que não as engolíssemos.

Outra coisa que não desceu bem foi a aceitação rápida dos lordes de Westeros à ideia de Tyrion de eleger um novo Rei. Quando foi que os lordes de Westeros passaram a aceitar tudo tão bem nesse seriado?! Aí vem Sansa que seria irmã do Rei e declara emancipação do Norte e novamente isso é aceitado tranquilamente. Eu sei que precisavam terminar a série ali, mas que ficou feio ficou.

Mesmo com todas essas falhas citadas e algumas outras nem citadas, se alguém me pedir recomendação de uma série boa para assistir, eu recomendarei GoT, pois sua trama inicial supera essa falta de zelo com que a trataram no final. Na época a gente podia observar o desenvolvimento de cada personagem e mesmo alguns não sendo do “time dos mocinhos”, eram admiráveis. Pois suas decisões eram coerentes com o que eles eram… Resumindo: as coisas faziam sentido, mesmo que não fosse do jeito que nós queríamos. E isso era o que eu esperava para o final SENTIDO! Não me importava quem iria ficar com o trono, desde que me dessem uma explicação plausível. E não achei que me deram.

 

Vejam também o review de cada episódio dessa última temporada:

 

O que você achou desse editorial??? Deixem os seus comentários logo abaixo…

 

Curta a nossa página no Facebook!!!

Siga-nos no Instagram e no Twitter !!!

E continue acessando o nosso Site.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *