LEGO DC: Shazam! – Magia e Monstros (2020) | Crítica

Explorando a paleta de cores de maneira sóbria, clara e multi-colorida, mergulhado num tom cartunesco e infantil, chegou digitalmente a mais nova animação da Warner Bros Animation, LEGO DC: Shazam! – Magia e Monstros. Confira prévia:

O longa animado retrata a origem do herói Shazam! ao modo LEGO, ou seja, veremos algo diferente do habitual, algo bem mais colorido e divertido até – o que foi o suficiente para alterar a narrativa e explorar novidades. Mas, o que podemos perguntar é: Funcionou? Sim. O herói, por si só, exige uma certa leveza, afinal, ele é uma criança na maior parte do tempo, logo, esse tom agrada, a narrativa cabe perfeitamente nesta nova versão.

O jovem Billy Batson enfrentará nessa jornada grandes adversários, um grupo de super-vilões comandados pelo Sr. Cérebro (aquele mesmo da cena pós-crédito do live-action), que anseiam por roubar alimentos. Isso mesmo, alimentos. E sem esperar, o garoto que se transforma num herói com poderes mitológicos, recebe o apoio da Liga da Justiça para enfrentar tais desafios. Para Billy, tudo faz parte de um sonho, e isso é nítido, cena após cena. Entretanto, o seu segredo, afasta o dividido herói do grupo que tanto ama e é fã.

LEGO DC: Shazam! – Magia e Monstros/WAG/DC – Reprodução

E neste exato momento, a Liga sofrerá uma baixa considerável, todos serão transformados em crianças, o que refletirá diretamente nos poderes dos deuses em forma de LEGO. Paralelamente a tudo isso, um outro mal surgirá no horizonte – causando certo plot-twister. E Billy é o único que poderá ser o elo entre gerações. Será que ele resgatará os amigos e salvará os dias?

A ideia narrativa foi ótima, entretanto, quando observamos o visual dos heróis, a animação pecou – pra ser honesto, esse foi o ponto fraco, pois não alteraram quase nada. Mas se falamos de algo negativo, também podemos falar sobre o que foi positivo. Na versão nacional, quando dublada, teve o cuidado de revisitar vozes marcantes com as quais estamos acostumados de ver e ouvir nas muitas produções do Universo DC

A história é deliciosa, você assiste LEGO DC: Shazam! – Magia e Monstros sem ver o tempo passar. Com arcos e resoluções simples, a animação acerta em sua premissa, mesmo apresentando os velhos clichês. E se podemos avaliar bem o roteiro, no todo, também podemos afirmar que colorido, os contornos ilustrativos vão bem – como de costume do gênero e da WAG – Warner Group Animation.

LEGO DC: Shazam! – Magia e Monstros/WAG/DC – Reprodução

Sem criar um universo, mas fazendo parte dele, com uma história boa e uma linguagem contemporânea, chegou de maneira digital LEGO DC: Shazam! – Magia e Monstros. Feito para entreter, o longa animado investe num público de menor idade, mas também pode tornar os de maior feliz com um enredo e com os contornos tão característicos da parceria LEGO/DC.

Classificação:

Veja outras críticas nossas relacionadas ao universo de animações da DC.

LEGO DC: Shazam! – Magia e Monstros encontra-se disponível digitalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *