O Homem Invisível: Atriz fala sobre seu personagem

A estrela Elizabeth Moss disse que sua experiência em The Handmaid’s Tale pôde ajuda-lá na interpretação do personagem que viverá em O Homem Invisível da Universal Pictures. Confira:

Eu tenho alguma experiência com personagens que sofreram abusos de diferentes tipos. Seja físico, emocional, psicológico, sexual, é algo que já interpretei muito. Então trouxe um certo conhecimento ao papel”, disse ela.

Explicou que nesta nova versão do filme, o personagem central não será o personagem-titulo e sim Cecília, ou seja, ela. O que é bem diferente das outras adaptação da obra de H.G. Wells. Ainda segundo a atriz, a metáfora da história contada pelo diretor Leigh Whanell fica clara sobre relacionamentos abusivos [via Empire].

Ela diz que ele está lá, atacando-a, abusando dela, manipulando-a e todos em volta dizem ‘relaxa, está tudo bem’”, disse Moss. “Ninguém acredita nela, a analogia é clara!

Sinopse: “O longa acompanha Cecilia (Elizabeth Moss), uma mulher que recebe a notícia que seu abusivo ex-namorado (Oliver Jackson-Cohen) se matou. Ela decide reconstruir sua vida e melhora, mas seu senso de realidade é colocado em questão quando ela começa a suspeitar que seu ex-namorado segue vivo”.

Lembrando que após o fracasso do Universo Compartilhado de Monstros da Universal Pictures [Saiba Mais], o estúdio passou acreditar que filmes solos, sem conexão alguma, pode ser importantes, rentáveis e uma boa pedida.

E para quem não sabe sobre a história, o Homem invisível fora criado por H.G. Wells em 1897 e trata-se do Dr. Griffin, que descobre uma fórmula para ficar invisível, mas não consegue voltar ao estado normal, tornando-se cada vez mais instável e violento.

Alex Kurtzman e Chris Morgan, que lideram os projetos “monstruosos” do estúdio, serão os produtores e Leigh Whannell comanda o trabalho. E no dia dia 12 de março, O Homem Invisível estreará no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *