O Policial de Aço Jiban | Artigo

“Esta é a história das aventuras de um jovem e de uma garota que partilham fraternidade em defesa da justiça pela humanidade.”

Kidou Keiji Jiban é lançado no Brasil sob o título de Policial de Aço Jiban, produzida pela Toei Company entre 1989 e 1990. Trazida ao Brasil pela extinta distribuidora Top Tape, foi exibida a partir de 1990 pela Rede Manchete. Ao todo tem 52 episódios, onde apenas 50 foram exibidos pela emissora carioca na época.

Jiban foi inspirado no filme norte-americano Robocop, que foi um dos maiores sucessos do cinema. A produtora Toei Company, na época em que Jiraiya estava sendo gravada, estava no projeto da série que a sucederia, e se tornaria uma continuação direta, enfocando as aventuras de um “Policial Ninja”. No entanto, graças ao ótimo êxito do “homem-máquina” de Detroit, a Toei mudou completamente o planejamento, e para pegar carona, criou às pressas a história de Jiban, em que o policial Naoto Tamura foi morto em uma missão, mas que acabaria sendo ressuscitado quase nas mesmas condições de Alex Murphy/Robocop, virando um “policial-ciborgue”. Todavia, o enredo de um “policial cibernético” fora abordado originalmente no anime/mangá O Oitavo Homem no Japão da década de 60.

Robocop e Jiban – Reprodução

Personagens

Naoto Tamura /Jiban – Policial do departamento de Tóquio, da Central City, que teve sua vida mudada quando salvou a vida do Dr. Igarashi e de Ayumi de um monstro do Biolon. Foi ressuscitado e reconstruído para se tornar o Policial de Aço Jiban. Finge ser um policial atrapalhado para manter a identidade secreta.

Yoko Katagiri – chefe do departamento de polícia e superior de Naoto, tem uma relação de afeto com o colega de trabalho. Policial invocada, não leva desaforo para casa e está sempre ajudando Jiban na luta contra Biolon.

Seichiro “Seichi” Muramatsu – Chefe da central de polícia, é o personagem cômico da série. Atrapalhado, se diz ser um policial corajoso e é apaixonado por Yoko. Vive dando ordens a Naoto.

Doutor Kenzo Igarashi – Mentor do Plano Jiban. Para destruir Biolon, acaba morrendo, mas antes põe em prática o seu plano, ressuscitando Naoto na pele do Policial de Aço Jiban.

Seiichi Yanagida – Auxiliar do Doutor Igarashi, depois que ele morre passa a ser o chefe da organização Jiban.

Ryu Hayakawa – Aparece na série depois que Ayumi cai da cachoeira e perde a memória. Um rapaz de bom caráter, acaba adotando Ayumi com o nome de Midori, é perseguido várias vezes como bandido perigoso.

Bóris (Boy) – pequeno robô criado pelo Dr. Igarashi para ajudar Jiban, Ayumi e Yanagida. Foi adaptado ao robô Halley durante a série.

Doutor Jean-Marie (Doutor Giba, no original) – Reprodução

Organização Biolon

Doutor Jean-Marie (Doutor Giba, no original) – O vilão principal e Chefe da organização criminosa Biolon, nasceu com o nome de Gibanóide da poluição de produtos químicos da empresa do Dr. Igarashi, e seu objetivo é exterminar a raça humana e dominar o mundo. Cria vários seres através de biotecnologia. Ele utiliza a forma humana por maior parte da série e só no fim, que transforma-se no Gibanóide apenas para duelar contra Jiban.

Madogarbo – A maior criação do Doutor Jean-Marie. O nome completo é Cyborg Jiban Killer Mad Garb, a exemplo de Mad Gallant que teve seu nome alterado no Brasil na série Jaspion, mas é chamada apenas de Madogarbo. Ela é um monstro bionóide poderoso, composta por 80% de metal e 20% de matéria orgânica, e tem praticamente todas as habilidades de Jiban, pois foi construída através de suas células. É armada com canhões no ombro e no meio da testa. Além de uma espada que aparece surgindo de sua mão, um escudo e uma motocicleta que rivaliza com Jiban. Logo em seu primeiro duelo com nosso herói, ela se mostra muito poderosa, mas recua (Ep.17). No episódio 33, surge a flor de lótus de 1000 anos em sua cabeça e nisso é feita uma operação e faz com que ela volte a forma humana, que engana Jiban com uma promessa de ser pacífica, mas no fim volta a forma bio. No episódio 34, ela, junto com o monstro Saionóide, são responsáveis pela morte de Jiban durante um duelo. No episódio 50, ela utiliza uma armadura idêntica à de Jiban e luta contra ele novamente, agora com a capacidade de controlar os três veículos do herói. E por último, no episódio 51, ela trava um duelo final contra Jiban, mas é morta pelo próprio herói.

Marshall e Cannon (Marsha e Karsha) – Irmãs, criações de Jean-Marie. Vaidosas, adoram roupas e jóias, além de possuirem formas “bionóides”. São destruídas pelo seu criador no último episódio por terem desertado da organização Biolon, após abandonarem Madogarbo sozinha na luta derradeira em que foi, finalmente, destruída por Jiban.

Monstros Bionóides – São monstros criados por Jean-Marie para destruir Jiban. Geralmente, esses monstros podem tomar

Rainha Cosmos (28-46) – Outra inimiga poderosa que vem a Terra para destruir Jiban. No início, se alia a Biolon. Mas em seguida, resolve tomar rumos próprios, querendo destruir até a organização Biolon, para dominar o mundo. Ela nasceu a partir do lixo espacial que os seres humanos lançaram no espaço desde a época da Corrida Espacial. Seu sonho é construir na Terra um império só de mulheres, onde ela seria a rainha. Chegou a criar uma “filha”, Julia Cosmos, construída com uma parte de seu corpo, e que usava um tipo de armadura medieval, mas esta foi derrotada. Rainha Cosmos é destruída por Jiban graças a ajuda de Ryu.

Cláusulas ou Diretivas?

Em todos os episódios, ao encontrar o inimigo (geralmente um monstro Bionóide), Jiban ejetava seu distintivo de sua cintura e apresentava-se como “Sou do Serviço Secreto do Setor de Segurança, Policial de Aço Jiban”. Em seguida, lia as cláusulas da “Cláusulas da Lei Biolon”, um código de leis próprio. Nitidamente inspirado nas “Diretivas” do personagem norte-americano “Robocop” (porém, dando-lhe uma maior liberdade de ação ao invés de restringi-las), a lei possuía várias cláusulas, mas somente algumas são lidas ao longo da série:

Cláusula Nº 1 – O Policial de Aço Jiban tem o direito de prender qualquer criminoso, em qualquer circunstância, sem um mandado de prisão

Cláusula Nº 2 – O Policial de Aço Jiban, quando considera alguém como Biolon, pode submetê-lo a uma pena pelo seu próprio julgamento

             Anexo à Cláusula Nº 2 – Conforme a circunstância, é permitido até mesmo executá-lo.

Cláusula Nº 3 – O Policial de Aço Jiban dá prioridade à vida humana, podendo ignorar qualquer ordem superior.

Cláusula Nº 5 – Caso Biolon manipule os corações dos humanos para o mal, a pena pode ser aplicada pelo seu próprio julgamento.

Cláusula Nº 6 – A punição é severa para aqueles que destruíram o sonho e machucaram o sentimento das crianças

Cláusula Nº 9 – O Policial de Aço Jiban tem o direito de exterminar qualquer criminoso que destrói a paz da humanidade.

A morte de Jiban

A Morte de Jiban – Reprodução

Jiban protagonizou um dos momentos mais tristes da infância de muita gente, sem contar que a morte dele foi uma das sequências mais marcantes de todos os tokusatsus já exibidos no Brasil.

Foi no episódio 34. Ninguém esperava e com certeza toda criança que adorava o herói se desesperou em prantos quando Jiban “morreu”. A cena foi comovente, ainda mais com o “ar hollywoodiano” com pôr do sol e os amigos chorando ao lado do corpo inerte.

Felizmente, no episódio seguinte, ele ressuscitou e voltou com novas armas, bem mais legais que as outras e ainda mais forte.

O que você achou desse artigo??? Deixem os seus comentários logo abaixo…

 

Curta a nossa página no Facebook!!!

Siga-nos no Instagram e no Twitter !!!

E continue acessando o nosso Site…

Por Walmick Martins

2 Replies to “O Policial de Aço Jiban | Artigo”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *