Power (2020) | Crítica

Quando os filmes de ação oitentistas eram feitos sempre rolou uma preocupação para que as obras, mesmo possuindo um teor violento inquestionável, fossem de fácil associação para o público mais juvenil. Se crescemos vendo na Sessão da Tarde (ou até mesmo no finado Cinema em Casa do SBT) filmes como Duro de Matar e Aventureiros do Bairro Proibido não é de se estranhar que um filme como Power (lançamento com pompa de grande produção da Netflix) seja tão associativo a esses títulos que fizeram a cabeça de muita criança em sessões vespertinas. Confira prévia legendada:

A trama não é das mais criativas. Pílulas que transmutam humanos dando-os super-poderes inspirados em forças animais. E sim, o filme começa até como uma trama policial sobre poder e corrupção, mas logo somos transportados para um filme dos X-Men com várias pessoas surgindo do nada só para mostrar seus poderes e saindo de tela da mesma forma que entraram: sem fazer nenhuma diferença.

O que salva o filme é o trio de atores e como suas histórias se entrelaçam de forma precisa sem parecem em nenhum momento que os diretores quiseram forçar a barra. É essa dinâmica dos protagonistas que faz com que Power seja um filme tão interessante mesmo que não entregue nada de novo daquilo que promete nos seus promocionais.

E por mais que o trio principal tenha nomes como Jamie Foxx e Joseph Gordon-Levitt no elenco, o filme é totalmente de Dominique Fishback. Ela faz uma Robin tão energética e profunda que não tem forma mais divertida de ser introduzido e conduzido na trama.

Power/Netflix/EW – Reprodução

Vejo Power passando na Sessão da Tarde, crianças zapeando os canais da tv de tarde, encontrando ele passando e assistindo da metade sem se importar com que perderam antes daquilo.

Por mais que a experiência de ver um filme só seja válida quando é por completo, não tem nada mais gostoso que se divertir com filmes despretensiosos.

Classificação:

Veja críticas de algumas das produções ligadas a Netflix:

Power chegou a Netflix ontem (14).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *