Carteirinha Geek: Já adquiriu a sua?

Olá, já deram baixa na carteira de vocês? Não? Então, calma lá, que esse texto de hoje é justamente para quem pede essa carteirinha. Você lembra da primeira coisa do mundo Geek que surgiu? Você tem os padrões para ser considerado dessa tribo, assim como trilha sonora, nome de maquiadores, mestrar RPG, sagas, etc e etc…?

Infográfico mostrando diferenças de comportamento – Reprodução

Creio que seja humanamente impossível consumir tanto conteúdo e lembrar de tudo. E seguir padrões tecnológicos financeiros e até mesmo, físicos. O motivo de estar questionando onde está sua carteira é justamente: a comunidade Geek, consegue ainda ser tóxica com aqueles que estão chegando (principalmente, a vertente gamer). E muito se reclama que, está chegando em vários lugares que onde antes não tinha espaço, como a economia bem latente.

Hoje em dia, os quadrinhos, filmes, cosplays, trilhas sonoras, jogos, livros de sagas estão movimentando várias pessoas e bem, que ótimo! O que era de difícil acesso, agora é bem facilitado. A tecnologia nos permitiu nos aproximar até dos maiores nomes, artistas e interagir nas convenções e redes sociais. Todos os anos, existem lançamentos em vários ramos, permitindo agradar todos os gostos (até mesmo, os duvidosos!). O que antes era muito raro encontrar pessoas que pudessem falar a mesma língua, trocar impressões, poder interpretar, se vê em abundância. E ainda assim, temos uma parcela majoritária batendo o pé sendo fiscal alheio de conhecimentos Geeks gerais.
No momento, se escreve sobre uma comunidade que saiu das sombras e que ganhou espaço, mas que somente as benfeitorias foram notadas. Existe ainda muitos questionamentos sobre condutas referentes às pautas de racismo, machismo, homofobia, capacitismo. E muito reviraram os olhos quanto à isso, é fato. E é fato que isso é presente.

Joker – Coringa – DC – Reprodução

Responda mentalmente essas perguntas:
Você já viu alguém xingando o outro dizendo sobre ser macaco, e que não tem nada a ver uma pessoa negra interpretar um personagem que se julga branco e etc?;
Que mulher só sabe jogar de suporte e deveria ‘pilotar um fogão’?;
Que a pessoa parece um ‘cotoco’ jogando, pois não tem dedos?
Que tal personagem foi feito para ‘veados’?
Se respondeu sim às todas elas: você já viu alguém sendo tóxico e dando uma ‘carteirada’.
Toda vez que se vê um comportamento desse tipo, e não se faz nada, reporta/denuncia ou expõe, se torna cúmplice (lembrando que, configura crime cibernético, podendo levar multa e/ou prisão, além de processo). O ambiente está aberto para todos, está voltado à todos, mas é necessário uma crítica à comunidade. Uma chamada de atenção. Ninguém, que hoje sabe o mínimo de qualquer coisa, nasceu sabendo. E antes, o que estava na sombra, está sendo exposto (tal qual comportamento, sendo beeeeeeem repetitiva). Se as boas partes estão às mostra, as ruins estarão também.

Recepção – Número 18 – Kuririn – Dragon Ball – Reprodução

Sejamos receptivos com pessoas novas, ao vestir uma camiseta, ao comprar um Action Figure, em estar conhecendo as coisas, de apresentar também. Acredito que existe A Força também em nossa comunidade, que é tão inteligente e que precisa se reinventar todos os dias, com tantas novas. É sair um pouco de nossa caixinha para que possamos ver as possibilidades além do que se vê. Já faz bastante tempo que a comunidade deixou de ser desconhecida e foi reconhecida pelo seu potencial, tanto criativo, como econômico, e precisamos fortalecer para que dure bastante tempo, pois se faz necessário que outras pessoas conheçam para que continue em evidência.
E se alguém vir cobrar a carteira… Dê as costas. Nem eles receberam a carteira deles por falta de ética. E eles sabem. 😉

Veja outros editoriais nossos:

One Reply to “Carteirinha Geek: Já adquiriu a sua?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *