Soul (2020) | Crítica

Chegou à plataforma streaming Disney Plus, a nova animação da Pixar Animation Studios, Soul. Dirigida por Pete Docter (Divertidamente, Monstros S.A). Confira prévia:

O longa conta a história de um Professor de Música, Joe Gardner (Jamie Foxx), que finalmente tem a oportunidade de realizar seu sonho, tocar em um Clube de Jazz, porém um acidente o separa de sua alma, que é levada para o ‘Pré-Vida’, um lugar onde as almas descobrem seus interesses e personalidades antes de serem enviadas como recém nascidos para a terra. Lá, Joe, se torna mentor de uma alma chamada Vinte e Dois, que não tem um “propósito” ainda definido, para poder ir à terra. E os dois entram em uma busca interior diferente na perspectiva de encontrar respostas.

O filme aborda temas sobre a vida, o sentido da existência do ser humano e o porquê de sermos como somos. De uma maneira leve e engraçada, ele traz a reflexão do que é importante e onde a felicidade se encontra. Será que é nas conquistas? No caminho percorrido? O filme lindamente nos dá uma lição de vida, que nos faz enxergar o que verdadeiramente importa. Porém, em alguns momentos você fica um pouco perdido, tentando entender a mensagem que o filme quer passar, o que pode comprometer a experiência de um adulto e obvio, de uma criança.

A trama é bem construída, mesmo abordando um tema bastante complexo, sabe mesclar a vida real e a fantasia, tocando em pontos que geram reflexão no telespectador. O envolvimento dos dois personagens principais, Joe e 22, é como se fosse uma engrenagem que faz o filme seguir.

Jazz, muitas cores, criaturas diferentes é o que você vai encontrar nessa animação, além de ter bastante significado nas cores escolhidas. Com certeza é um filme não só para o público infantil, mas para todas as idades, como é tão característico da Pixar, e se você me perguntar o que eu extrair do filme, eu te digo: “Aproveite cada segundo da sua vida!”, acho que essa seria a frase perfeita que representa o filme e muito bem colocada para nós nesse final de ano!

Classificação:

Veja outras críticas e ou artigos relacionadas à Disney Plus:

O longa animado, Soul encontra-se na plataforma de streaming da Disney, a Disney Plus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *