Tudo Bem Não Ser Normal – 1º temporada (2020) | Review

O K-Drama conta a história de Moon Kang Tae (Soo-hyun Kim), um agente comunitário de saúde de uma ala psiquiátrica que não tem tempo para amar, e Go Moon Young (Ye-ji Seo), uma sucedida autora de livros infantis* que sofre de transtorno de personalidade antissocial e nunca conheceu o amor. Confira prévia:

Depois de se conhecerem, os dois lentamente começam a curar as feridas emocionais um do outro. Ambos traumatizados com suas infâncias difíceis, suas vidas acabam se conectando de alguma forma.

Gang Tae com seu olhar triste e sorriso lindo tem que trabalhar como cuidador em um hospital psiquiátrico e cuidar de seu irmão autista (que por acaso é o melhor personagem do drama), ele é fanático pela escritora Ko Ming Young que escreve contos de fadas infantis, ela é uma mulher cheia de trastornos psicológicos com atitudes de dar medo em qualquer um, ela é famosa por conseguir tudo que quer, agora, imagina o que ela quer? O Mon Gang Tae.

Eles se encontram em uma situação perigosa em que um paciente tenta tirar a vida de sua filha e dele mesmo, Ko Moon Young impede isso juntamente com Mon Gang Tae, isso marca o encontro dos dois, que ao decorrer da história percebe-se que é um reencontro.

Tudo bem não ser normal/Netflix – Reprodução

Ko Moon-young volta para a cidade de sua infância, perseguindo Mon Gang-tae, lá acaba sendo convidada a trabalhar no hospital onde ele trabalha como professora de literatura, e adivinha? Ela aceita. Suas tentativas de seduzi-lo não funcionam e ela apela para se aproximar do irmão dele Sang-tae.

Ela se aproxima com interesse no Gang Tae só que acaba criando um laço de amizade muito grande com o irmão dele tornando-se parte da família, ela desenvolve sentimentos que não sabia que poderia ter por Gang Tae. Existem muitos mistérios em relação a sua mãe e a mãe dos irmãos. Ko Moon-young vai superando seus traumas e ajudando algumas pessoas no hospital Ok.

Tudo bem não ser normal/Netflix – Reprodução

O drama é cheio de surpresas, com uma fotografia maravilhosa, figurinos belíssimos. E claro, não posso deixar de citar as atuações incríveis de Ye-ji Seo e Oh Jung-se (principalmente ele). Vale a pena conferir, afinal esse drama foi um verdadeiro sucesso, indicado ao 57º Baeksang Arts Awards em 5 (cinco) categorias.

*Livros infantis – Boa parte dos livros apresentados no drama, estão à venda no Brasil.

Veja outros artigos, review’s, críticas de produções orientais, com espaço na Netflix.

A primeira temporada de “Tudo bem não ser normal” (“It’s Okay to Not Be Okay”) possui 16 capítulos, e encontra-se na Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *