Uma Invenção de Natal (2020) | Crítica

O Natal chegou literalmente à Netflix, de novembro à dezembro, o streaming tem preparado vários lançamentos do subgênero para o seu público, e um deles é o musical Uma Invenção de Natal, estrelado por Forest Whitaker. Confira prévia:

Apesar de muitos amarem as produções natalinas, as ideias sobre os filmes sempre parecem meio ‘batidas’, quando algo é pensado fora da caixinha, vem o sucesso. Mas, como se comportou Uma Invenção de Natal? Sinceramente, encontra-se no ‘meio termo’. Apresentou possibilidades, ideias até inovadoras, mas no final, mergulhou no velho ‘marasmo’, que é tão pertinente ao grupo.

A jovem Journey (Madalen Mills) não conhece o seu avô materno, o grande inventor Jeronicus Jangle (Whitaker), mas muito ouviu se falar dele. Da sua genialidade ao afastamento da humanidade. O que despertará o desejo nela, em conhecer o homem, o parente, e sentir se há algo relevante nessa relação. O que ela não sabia, era que essa jornada tratava-se mais dela, da deslocada Journey, o que não a impedirá de ajudar o avô à recuperar a esperança.

O filme possui seus acertos, mas também seus erros. Com boas atuações, interessante design de produção, maquiagem e figurino, a narrativa não agrada, parece meio ‘bagunçada’; repleta de ideias boas, mas sem uma arrumação, um equilíbrio ideal. Ou seja, o dramaturgo, diretor e roteirista David E. Talbert (Primeiro Domingo, Um Natal quase perfeito) não conseguiu dar a liga desejada ao projeto.

Uma Invenção de Natal/Netflix – Reprodução

Como dito no primeiro parágrafo, Uma Invenção de Natal é um musical, logo, os momentos mais importantes da trama serão invadidos por aquela musica original dançante, mas nem sempre impactante. O que nem sempre revela um apego pelo gênero, principalmente quando o tema é a transição de uma cena ou outra, pela música, mas, de modo geral, isso funcionou no longa, não em todos os cortes – deve ter dado um trabalho hérculo para a equipe de montagem -, mas funcionou. 

Colorido, dançante, interessante, mas nem sempre, empolgante, chegou à Netflix, Uma Invenção de Natal. Um filme para toda família assistir junta. Sorrir, chorar, se emocionar, na perspectiva de Jeronicus, vivido por Whitaker, se reencontrar neste natal nas telinhas.

Classificação:

Veja críticas de algumas das produções ligadas a Netflix:

O filme Uma Invenção de Natal encontra-se no catálogo da Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *